domingo, 24 de maio de 2009

Dia desses na van.. [2]

Definitivamente eu atraio seres estranhos. Sério! Por mais que eu evite sempre aparece um puxando assunto.. devo ter cara de "muitos amigos", boa ouvinte, sei lá... oK! Você pode pensar: "Normal, uma pessoa que se define como estranha só pode atrair gente assim..."  Não, são os outros... um número significativo de criaturas tidas como normais disseram que sou... enfim, de tanto escutar acabei acreditando. E pra falar a verdade não deveria, mas até gosto de ser.
Pois bem, vamos aos fatos. Os últimos dias não foram lá essas coisas... cheios de [des]encontros e diálogos conflituosos. E dentre esses diálogos, o que ocorreu com um estranho numa van, na sexta, me fez pensar em coisas que eu não analisava há tempos.  Já disse aqui que não sou uma pessoa, digamos, sociável?! Então, não dou muita "trela" para desconhecidos nem ando com um sorriso estampado no rosto. Isso ajudar a afastar  aqueles indivíduos que mal conhece você e age como se fosse amigo de infância. Mas com esse desconhecido  a tática não funcionou.  Estava eu na van - é... eu ando (?!?) de van - com fone no ouvido e lendo uma revista quando sinto uma mão encostar no meu ombro... sem olhar peguei o dinheiro da passagem, achando que era o cobrador e dou de cara com um sorriso amarelo querendo estabelecer contato. Eis que começa o diálogo que fez percurso parecer mais curto...
Desconhecido: "Boa tarde amada!" (Amada?! Com assim?? Não conheço você, nem e-mail nós trocamos...) "Gostaria de te fazer um convite!"
Céus! Numa van com 16 pessoas porque ele ME ESCOLHEU?! Fingi que não estava escutando e aproveitei que estava com a grana da passagem na mão e paguei numa tentativa inútil de ignorá-lo. Não tive muita sorte, chegou o ponto onde a moça que estava sentada ao meu lado iria saltar. E quando eu vi, lá estava o "Amado" sentado ao meu lado, puxando conversa novamente.
Amado: "A irmãzinha pode me escutar um minutinho? Tenho um convite que pode mudar sua vida" 
Falou isso me encarando de uma forma que tive vontade de rir... (a senhora do banco da frente riu...) juro que depois do riso a vontade era soltar um sonoro NÃO seguido de um singelo obrigada!  Mas o "irmãozinho" parecia empenhado em pregar a palavra de Deus (amada, irmãzinha... provavelmente era protestante) então tirei o fone do ouvido e disse: "Pois não?"
IrmaõzinhoAmado: "Boa tarde, me chamo fulano e participo de um grupo de oração voltado para o público jovem na Igreja "Nãolembroonome"  
Enquanto falava sobre a Igreja me entregou o flyer, tipo um convite impresso para participar do tal grupo, tudo muito organizado, boa a divulgação, sem ironias... Minutos depois,  (ele falando / eu respondendo "hum.. sei..") me perguntou: "O que a senhorita escutava com tanta atenção que não percebeu que eu estava te chamando?"
"Wake Me - Linkin Park" respondi... Na verdade o fone é só uma forma de não escutar o que os outros dizem, com o fone no ouvido posso ler minhas revistas e livros tranquila. Mesmo eu não continuando o assunto (ele perguntava, eu respondia e ponto.) ele prosseguiu...
IrmãozinhoAmado"Certo... é rock não é? E você entende o que eles gritam? Consegue ler escutando esse tipo de música, não atrapalha?" 
Olhei para ele uns 5 segundos tentando analisar aquela figura trajando calça e camisa social, pasta e sapatos pretos... seria ele um pastor?? Não, era tão jovem... talvez fosse um missionário... (lembrei da pergunta feita por ele)
Eu: "Sim, entendo a letra e consigo ler escutando"
IrmãozinhoAmado: "Hum... certo... e essa revistinha, sobre o que fala?"
Pra que tantos diminutivos?! o.O  Nem um pouco curioso né?!
Eu: "Ah, é sobre informática."
IrmãozinhoAmado"Interessante... (pausa para um suspiro) E perigoso também, essa tecnologia toda está contaminando nossos jovens, não pensam em outra coisa! A internet está acabando com nossos lares, famílias, com as relações humanas de um modo geral"
Eu: "Heim?!  Sério isso?  Você acha mesmo que a internet faz esse mal todo??"
IrmãozinhoAmado: "E não faz amada? É tanta coisa... jogos de computador, pornografia, pedofilia,  violência, falta de Deus... só isso que achamos nesses sites"
Eu: "É... pode ser, o virtual é só um reflexo do que temos aqui fora, mas é ingenuidade sua achar que só existe o mal na rede... tem muita gente boa contribuindo para o crescimento humano utilizando a tecnologia"  (Rá!  Me fazendo de inteligente rs) "O grande problema é essa inclusão digital mal feita! As pessoas tem uma super ferramenta de conhecimento em mãos e não sabem como usar..."
E quando eu começo a me empolgar com o assunto ele muda... digo, volta a falar do grupo  de jovens...
IrmãozinhoAmado: "Sabe, estamos realizando um trabalho muito bonito... resgatando almas perdidas, jovens que vivem nas ruas, nos vícios,  longe da família e principalmente longe do nosso Senhor Jesus."
Nessa hora pensei seriamente em mudar meu visual, escutar mais a minha mãe quando ela diz "Vai sair assim?!" ou então "Usa aquela sandália que comprei pra você, combina com aquela  roupa..."  Será que o jeans surrado e a camiseta junto com o All Star velho mais a mochila me deixou com cara de usuária de drogas ilícitas?!  Vai ver por isso ele me escolheu para conversar.  Não querendo ser chata (e sendo...) se  tem algo que me irrita profundamente é crente querendo converter crente, ô coisa mais chata! Porque não tenta converter um budista, um pagão ou um satânico?! 
IrmãozinhoAmado: "Então... você gostaria de participar das nossas reuniões?"
Eu: "Obrigada pelo convite mas eu já participo de um grupo de jovens"
IrmãozinhoAmado: "Glória a Deus! É crente?"
Eu: "Sim." Nessa hora ele me olhou com cara de espanto, então eu completei: "Eu creio em Deus"
IrmãozinhoAmado: "Hum... certo.  Que bom. Mas a amada é evangelica?"
Eu: "Cara, eu até tento seguir o evangelho... mas as vezes é muito difícil..."
IrmãozinhoAmado: "Sim... é difícil mas Deus ajuda quem confia Nele "  Ah tá.. SÓ ajuda quem confia Nele... sei... "Qual a Igreja vc frequenta?"
Eu: "Católica"
IrmãozinhoAmado: "Claro... entendi, é uma católica não praticante"
Eu: "Não! Sou católica e com todo o respeito acho essa história de não praticante uma grande palhaçada! Existe protestante não praticante? Não né?!"
IrmãozinhoAmado: "Calma amada... eu sei que não existe! É só uma definição feita por vocês. Não somos nós, evangélicos, que falamos. E protestante é uma palavra muito forte"
Eu:"Definição feita por nós não! Feita por alguém que acha que só porque mamãe batizou quando era criança pode ser considerado católico... E não sei porque essa frescura com a palavra protestante, não houve a separação com a Igreja Católica por conta de um protesto? Se não fosse essa revolta só existiria uma Igreja cristã até hoje. Deveria ter orgulho em ser chamado assim!  Melhor do que essa coisa genérica... Crente, evangélico...
IrmãozinhoAmado"Devo ter orgulho de ser Cristão primeiramente! E por que a irmã escolheu essa Igreja para adorar Nosso Senhor? Um lugar onde adora Maria, santos e suas imagens? Que perseguiu tantas pessoas no passado? Uma igreja que esconde seus erros, tem padres pedófilos e volta e meia aparece nos jornais envolvida em escândalos. A irmã parece ser uma pessoa que tem discernimento... por que escolheu essa religião, se tem tantas opções?"
Tava demorando entrar no quesito Maria-Santos-Imagens.
Eu: "Não escolhi. O problema é essas tantas opções. Não gosto de generalizar mas a maioria dos protestantes que falam mal do Catolicismo não conhecem, o máximo que sabem é o que os professores de história e pastores contam..."
IrmãozinhoAmado "E o que eles contam é mentira?"
Eu: "Tudo não! Reconheço os erros da minha religião. Garoto, religião é coisa do homem por isso esse monte de erros. Veja vocês protestantes, se existe alguma diferença entre os membros da igreja, se alguém briga com o pastor rapidinho muda ou então abre uma nova... levam ao pé da letra a passagem que diz 'Onde estiver um ou mais reunidos Eu estarei no meio de vós...' Por isso temos milhares de igrejas protestantes, uma do lado da outra tentando ganhar fiéis, dízimos e atenção de Deus no grito! E a comum-unidade, fica onde? Perdão? Amar ao próximo? Heim?!"
IrmãozinhoAmado "Não são todos os evangélicos que agem assim, Jesus Cristo! Religião é coisa de Deus! Tem certeza que é Cristã? Conhece a palavra de Deus?" 
Eu: "Conheço. Só não pede para eu citar versículos... não tenho boa memória rs E acredito quando diz que não são todos que agem assim, o mesmo vale para os católicos" ;]
IrmãozinhoAmado "Você não respondeu minhas perguntas..."
Eu: "Sobre Maria e os Santos? Hum... não tenho muito o que dizer... sei que muitos católicos adoram Nossa Senhora, alguns respeitam e amam mais a santa do que a Deus. Questão de cultura, infelizmente não tem como mudar. E nem tenho essa pretensão. Cada um segue o caminho que escolheu. Ser católica não faz de mim alguém melhor ou pior que você. Cremos no mesmo Deus! Só não entendo porque ignorar  Maria, porque tentar diminuir a  importância dela? Se fosse sua mãe, o que diria se ela fosse tratada assim? Acho que Jesus não deve curti muito a maneira como vocês falam da mãe dele. Maria, assim como José, estão ligados  a condição humana de Jesus, não sei qual a dificuldade em aceita-los. Quanto aos santos, bem.. particulamente não adoro nem venero, apenas respeito a história deles. Mostram como é possível e difícil seguir a Cristo. Esqueci de mais alguma pergunta? Ah! Padres pedófilos. É revoltante! Eu, como católica me sinto envergonhada quando escuto mais um caso. Mas não são só padres, tem também pastor, tio, irmão, pai que cometem essas barbaridades! Tenho nojo desses seres. Como eu já disse, não vamos generalizar... imagina se eu sair dizendo por aí que todo pastor é ladrão e todo protestante é burro... #comofas?!
E a conversa continuou... entre certezas e contradições julgamos uns aos outros, falamos sobre o livro de Paulo (santo que eu tanto admiro),  discutimos sobre a submissão da mulher retratada na Bíblia, dízimo, culto, missa, música gospel, cantores católicos, padre cantor... sobre a riqueza do Vaticano e de alguns pastores (respeitando as proporções) sobre o que nós podemos fazer para ajudar o próximo, bebidas e outras coisas e principalmente sobre o maior exemplo a ser seguido "O Cara!" literalmente falando. O homem mais louco e santo que já existiu... JESUS CRISTO.  Por fim, comprovamos que as aparências enganam... (e como enganam) 
Ufaa.. é isso, não vou reproduzir aqui uma conversa de uma hora, eu não teria paciência para ler e acho que você também não rs 
Fica aqui a moral do mimimi:  Ser humano é contraditório, e nós que seguimos a Deus não fugimos à regra...


Até qq dia!
=*


PS.: Ontem, na reunião de jovens da minha Igreja, uma amiga apareceu após um tempo sem ir e depois de um pequeno debate sobre o que é vida e morte nos dias atuais, ela disse que não devemos falar e julgar nossos irmãos de outras Igrejas, devemos parar de discutir sobre religião. Eu até tento, mas infelizmente não consigo. Espero sinceramente evoluir a ponto de não falar mais sobre o assunto... 

9 comentários:

Bruno disse...

li tudinho... mas nem vou conseguir comentar agora.
Sou PROTESTANTE, discuto religiãos, respeitando sempre... tenho um melhor amigo católico super praticante, e agente ainda faz gracinhas do tipo: eu tava passando mal esses dias e ele" se converte agora" eu o fulminei com os olhos, rimos. Temos uma amizade legal, e aliás aprendemos juntos certas coisas, afinal é CRISTIANISMO ORA ESSA.
[ tenho uma leve impressão de que comentei]

Cynthia disse...

Li tudo. ;D

E você tem razão, é chato ser abordado por alguém querendo te "converter".
Concordo com tudo que você disse ao cara... falou boas coisas para ele. (Até hoje não entendo o porque de os evangélicos não acreditarem em Maria, mas tudo bem, não tenho nada contra)

Ah, muito boa sua frase no final: "Ser humano é contraditório, e nós que seguimos a Deus não fugimos à regra..."

Beijo.

Bia Kohle disse...

Gosto de responder educadamente:
"Você tem a sua religião, eu tenho a minha." para todos os que me questionam. E direto alguem me questiona. Sabe, eu já acho difícil me mudar, então eu não posso tentar mudar os outros. Até porque nem tenho esse direito.

Beijo.

Flor disse...

Sabe Prix, religião é msm um assunto mt polêmico, a gente tenta respeitar, mas no seu caso, ñ tinha como, vc tinha q rebater msm...Sou católica tb, mas acho isso de impor alguma religião ñ tem nada a vê,acreditar e ter fé, é sempre o mais importante, as vezes tem gente q vai tanto a igreja, mas ñ tem fé... Já participei de vários tipos d cultos...Tenho amigos d outras religiões e gosto d participar e vê como eles enxergam Jesus e Maria, os seus mandamentos e ensinamentos...Confesso q as vezes passo tempo longe da igreja, mas agora estou buscando participar d algum grupo aqui da Igreja perto d casa...Esses grupos de jovens...
Adorei a conversa q vc teve, e me identifiquei bastante com o q vc disse! Bom, é isso, voltarei + vezes!

Bjos!
=**

Tamyris Torres disse...

Li tudo tb...Principalmente por ser uma crítica ferrenha de religiões. Eu não tenho uma, mas acredito em Deus.
Acho o seguinte, todas as religiões tem defeitos e talvez seja por isso que eu não faço parte de uma. Poderia ficar aqui listando sobre católica, evangélica, etc...
Mas é o seguinte: Se vc está feliz do jeito que leva a vida. (Sem alienações, é claro)...é o mais importante.

Odeio crentes enchendo o saco pra tentar converter alguém. Principalmente aqueles que não tem argumentos o suficiente pra te provar alguma coisa.

beijos

Jandira Frota disse...

Oie...
Li tudinho sim e com muito interesse...confesso que fiquei até revoltada ao longo do texto.
Como já foi dito em outros comentários, religião é um assunto delicado.
Mas considero importante tocar nesse assunto, pois é decepcionante vermos como o católicos são vistos hoje em dia, como sendo todos pedófilos e alienados,as pessoas tem que entender que nem todo padre é pedófilo assim como nem todo pastor é ladrão.
Se este "amado" queria converter alguém que fizesse isso, mas usando argumentos sérios e não questionando a forma de pensar dos outros e nem analisando essa realidade de uma forma tão limitada.
Beijos moça!!
;D

Pericles disse...

Boa noite.

Gostei do teu estilo: direto e envolvente nos textos.
Acabei lendo os três últimos e gostei muito do tecnológico.
Espero uma visita, porque volto aqui.

Péricles

mrc9002 disse...

Lí tudo (mentira)... hehe... Gostei do texto ... do blog... de tudo... passarei sempre aqui... ah... to seguindo (tá, e daí... alguem perguntou?)



___________________________________
E quando puder: http://mrc9002.blog.com
E quando quiser rir a toa um pouco, ouça nosso podcast: http://podrir.blogspot.com
Abracios...

Danilo Fernandes disse...

Navegando por ai achei seu blog. Surpresa boa. Vou segui-lo a partir de agora. Quando tiver um tempinho, vá visitar meu blog também, o Genizah.

A paz!

Danilo


http://genizah-virtual.blogspot.com/