segunda-feira, 16 de março de 2009

"Olá pessoas!"

É chuchu, está chegando o dia! Na próxima semana vou colar grau! \o/
Convites entregues, teatro reservado, roteiro pronto, vestido escolhido, família e amigos confirmando presença, nervosismo, alegria, preocupação, ansiedade!!! Tanta coisa junta que sinceramente não sei mais o pensar...
Bom, colação e monografia são assuntos mais que presentes nos últimos dias... por isso nada melhor (ou não) do que falar sobre um deles por aqui... Creio que não será interessante para você ler sobre meu projeto final então é mais legal falar do primeiro... =]
É... estou sem assunto mesmo! rs
Ontem recebi um e-mail da Oradora da turma pedindo ajuda para o discurso, o que me surpreendeu (não pensei que tivesse problemas com isso, a menina fala super bem) você deve tá pensando "Mas o discurso não deve ser feito pelo orador mesmo?!"
Até concordo, porém a pessoa vai falar em nome da turma toda! Muita responsabilidade. Diante do pedido que muito me alegrou resolvi escrever. Na verdade é só uma parte... a ideia é dividir o discurso em três etapas: primeiro falar do curso e dos formandos, segundo falar sobre a família e por último sobre os amigos encerrando com o agradecimentos. Junto com o e-mail veio link de discursos de oradores. Tudo muito formal! Resolvi criar algo mais leve, contrariando a fama que temos... hehe
Segue a introdução (curso e formandos) e a conclusão do que será dito no dia 26:
Magnífico Reitor, Ilustríssimo professor, blá blá blá, Prezados familiares, amigos e demais convidados, Boa Noite! Para os prezados formandos, “Hello World!” ou simplesmente “Olá pessoas!” como diz nosso paraninfo...
Aqui estou com a difícil tarefa de ser a Oradora da última turma de Ciência da Computação do Campus Cabo Frio, turma Augusta Ada King. Nome que me deixou muito orgulhosa por sinal, afinal a senhora Ada King foi a primeira programadora da história da computação. Não é todos os semestres que uma turma homenageia uma mulher, ainda minoria na área de tecnologia.
Para elaborar esse discurso utilizei métodos um tanto quanto primários. Sim! Pode parecer ironia, mas eu, uma cientista da computação, utilizei lapiseira, papel e borracha para tentar expressar tudo que deveria ser dito em breves minutos. Culpa das aulas de Análise. "Para se ter um bom programa é preciso modelar primeiro, fazer os diagramas, dicionário de dados." Bom, não seria diferente com o discurso. Força do hábito!
Então, após algumas pesquisas no Google que só serviram para me deixar mais confusa, sentada distante do pc comecei a redigir. Parece ser algo simples a priori. Discursar em nome da turma sobre tudo o que vivemos, o que estamos sentindo nesse momento único e o que almejamos. É, senhoras e senhores, parece, só parece! Diante dessa realidade pensei: porque pegar essa responsabilidade sozinha? Durante esses anos de vida acadêmica aprendemos o quanto é importante trabalhar em equipe. Por isso, nada mais compreensível e justo do que elaborar um discurso em equipe! Duas cabeças pensam melhor que uma!
Dessa forma vamos aos fatos! O que poderia compor um discurso? Agradecimentos e histórias engraçadas da turma? Só isso? Não... Temos muito mais para falar. Após tantos desafios, esforço e dedicação, enfim, podemos dizer, somos Bacharéis em Ciência da Computação! Cientista da Computação! Vulgo Nerds! É engraçado como as coisas mudam, há algum tempo atrás ser nerd era motivo de vergonha, hoje muitos se orgulham de serem tachados dessa forma!
Quando entrei na universidade eramos 70 alunos! 70 loucos que mal sabiam o que estava por vir! Hoje somos 12. Bom, na verdade são duas turmas, ou três não sei. O índice de desistência é tão elevado que juntamos as turmas para assim realizar nossa solenidade festiva.
Continuando... já nas primeiras aulas, algumas surpresas... Fundamentos de Lógica?! Física?! Matemática?! CVGA?! O que que é isso?! E o mais assustador... algoritmos!! Céus! E as aulas no laboratório?! Internet?! Esqueça! Cursar informática é comprovar que quando achamos que sabemos muito estamos perdendo uma oportunidade de saber mais! Nenhum outro curso é tão mutável! É fascinante ver, por exemplo, que o cara que estampa nossos livros, o inventor da World Wide Web, a Internet que usamos hoje, está por aí, em algum canto do planeta ministrando palestras sobre o assunto.
Para alguns, já avisados, não era nada demais, até sabiam uma ou duas linguagens de programação. Para muitos era tudo muito novo! Daí surgiam as típicas perguntas de calouros.. Pra que matemática? No que a matriz vai contribuir? Qual o objetivo disso? Quando vamos aprender a fazer joguinhos professor? E os períodos foram passando e as dúvidas persistiam... Por que temos Cálculo? Porque modelar antes de programar? Pra que a disciplina Sistemas Operacionais, já sei tudo de Windows! [ironia] E passaram um, dois anos, Tíbia e outros jogos online não são mais prioridades, as noites mal dormidas não eram mais por conta da conversas via MSN e sim por causa dos trabalhos e projetos que tinham prazos para apresentar. E as provas?! Medo da P6, preocupação com o CR...
Mas não só de variáveis e IPs vive um cientista da computação! Contrariando a boa fama de nerds, geeks e afins também tivemos nossos churrascos e idas ao podrão! Foram poucas, nós reconhecemos, contudo foram o suficiente para deixar boas lembranças e histórias... Histórias! As dos nossos professores são, digamos, um capítulo à parte. A vocês mestres, todo nosso agradecimento pelas aulas, conhecimento compartilhado, boas risadas e amizade. Vocês fizeram a diferença! Não foi nada fácil, alguns tiveram um “paitrocínio”, outros tiveram que trabalhar e estudar. Árdua tarefa que hoje está sendo recompensada.
Quantos de nós, caros colegas formandos, quem não recebeu um pedido para consertar o pc de um amigo que não estava ligando? Ou ainda para ajudar a "arrumar a internet”? Pedidos comuns por conta da imagem criada e consequentemente a grande maioria pensa que é isso que faz um Bacharel em Ciência da Computação. Daqui sairão analistas de sistemas/redes, pesquisadores, gerentes de TI, profissionais que lideram projetos estratégicos em grandes empresas, especialistas em segurança, profissionais que criam novas ferramentas para os nossos celulares e os jogos que nos divertem, programadores, enfim pessoas que estão presentes de alguma forma nosso cotidiano contribuindo para termos um mundo cada vez mais conectado.
Por fim, se fossemos formandos de outro curso após toda a luta para concluir, o alívio e a saudade de toda a caminhada, ficaria a seguinte pergunta: “Existe vida após a graduação?"
No nosso fica a questão: “Existe vida SEM a computação?”
Dito isto, [o patrono sempre terminava as aulas com essa expressão] muito obrigada a todos!


Até qq dia!!
=*


PS.: Na próxima graduação não vou inventar participar da comissão, até que é bom ver que contribui para tudo correr bem (assim espero...) Só que tem muita cobrança, dúvidas, estresses, ligações, muuuitos e-mails! Haja paciência!
PS.2: Isso é só um rascunho, se for copiar algo do discurso, fique a vontade! Mas por favor... tenha a cara de pau de avisar! rs Grata! ;]
PS.3:Próximo post: Selos que eu tanto gosto!!

12 comentários:

Dina disse...

Opa...
passei por isso recentemente!
E o pessoal em casal só ouvia eu falando em formatura pra cá e pra lá!
rs
Ficou muito bom o discurso!
Parabéns pela formatura!
Beijos!

:: rita :: disse...

. mal posso esperar a minha vez! o/
...
ainda faltam 2 anos e muito chão!
sobrevivo!!!!!

M. disse...

Ê que beleza!!! Vai dando um frio na barriga, né? rsrs

Então, Pri..parabéns por essa conquista. Sei mto bem que não é fácil. Conheço o caminho longo e doloroso até chegar numa colação. Estou feliz por vc..de verdade.

Quer dizer, um poucoi triste pq o meu convite não chegou. srsrsrsr

Brincadeiras a parte, parabéns mais uma vez. Mto sucesso nessa nova jornada.

Bjossssssssssssssss!!

Daniel Oliveira disse...

Parabens pela formatura...to ansioso que o meu dia chegue logo!;D!

bjuS!

ddcomedy.blogspot.com

fred disse...

Parabéns!

Da Silva disse...

Meus parabéns, minha querida. Você está fadada à felicidade e ao sucesso.

Se não der pra convidar pra colação, não tem problema. Vc faz um churrascão em casa e convida a gente, rs

beijo

Anna Duzzi disse...

que dia foi sua colação? poxa, meus parabens. o discurso ficou lindo, espero que nem tenha mudado nada! amei.

formaturas me emocionam... e me fazem pensar no chão que ainda tenho pela frente... ai!

Anna Duzzi disse...

eu amo o titulo do seu blog, sabia?

Faça a Diferença !!! disse...

Gostei do blog, o teu perfil já diz TUDO.

E que deseja antes de mais nada ficar feliz!! Sim... ficar, estar.. Vivendo a procura da felicidade.

Um abração,
Ricardo Sérgio

Amanda Maron disse...

Não quero nem pensar que ano que vem tô escrevendo mono tbm. rs.

Tadinha da oradora... Sempre bate o desespero numa hora dessas mesmo, por mais que vc escreva e fale muito bem.

Caramba, quer ser a oradora da minha turma? rs.

Parabéns.

Eve disse...

Tô de Blog novoo! O antigo já era...

O novinho-permanente é esse, ó:

http://catarcoquinhos.blogspot.com

Beijoss!

Ademar Oliveira de Lima disse...

As vezes fico até surpreso de imaginar que sou eu e quem sou eu!!!
Estive por aqui lendo o seu blog!
Abraço Ademar!!!